Pular para o conteúdo principal

Imperícia, Imprudência e negligência profissional! E agora?



Muitos profissionais já foram processados por agirem de forma negligente, por imperícia ou por imprudência.
Jamais um bom profissional pode abandonar um paciente, seja pelo motivo que for; por exemplo no caso de mudança de cidade ele deve informar o paciente e indicar um outro colega.
Se o dentista cometer um erro odontológico, ele é responsável por tal ato e vai se comprometer a indenizar o paciente seja por danos morais ou por danos psicológicos, isso quem decide é o juíz do processo.
Se um Dentista não faz o tratamento de forma correta seguindo as técnicas doutrinariamente, agindo de má fé, com certeza será condenado a pagar uma boa indenização ao paciente, além disso poderá sofrer outras penalidades no CRO (Conselho Regional de Odontologia ) e CFO (Conselho Federal de Odontologia).
Se ocorrerem lesões na boca do paciente, o Dentista também responderá por danos em um processo criminal.
Por isso, vale a pena ter cautela, prudência, calma, atenção e habilidade técnica.   
  • Imperícia é quando a pessoa não sabe fazer, não tem conhecimento e nem habilidade técnica. ex: fazer uma cirurgia que nunca fez ou estudou.
  • Imprudência sabe fazer, mas não segue a técnica. ex: fazer uma cirurgia sem fazer a assepssia das mãos.
  • Negligência profissional é a falta de atenção no  " modus operandi " por exemplo, vai fazer uma cirurgia e se distrai com outra situação e acaba ferindo o paciente, sem querer. Num caso de implante uma cirurgia mal planejada pode por exemplo causar parestesia total no paciente e causar dano estético, num processo judicial a indenização por danos morais será causa ganha para o paciente, por isso todo cuidado é pouco.
  • Na Implantodontia, tem que se cuidar com o comprimento da broca, para não danificar os nervos que ficam próximos às raízes dentais. Por exemplo o nervo alveolar inferior. 
Na Ortodontia, o profissional antes de iniciar o tratamento deve explicar isso para o paciente, se o paciente sumir e nunca mais voltar ao consultório a resonsabilidade é do paciente.
Por esse motivo o profissional deve guardar toda a documentação, deve marcar as consultas mensalmente e se o paciente for " faltoso" solicitar que assine a ficha com as faltas e justifique por escrito.





Caso de imperícia , imprudência e negligência com perda óssea no dente 31, com mobilidade dental e retração gengival. 
Decisão para retratamento: remoção do aparelho fixo, tratamento periodontal e iniciar novo tratamento ortodôntico.
 O tratamento está em andamento e pela minha experiência, acredito que o dente 31 está comprometido.
 A paciente estava desanimada, então é muito importante, passar segurança ao paciente, porque não poderá haver erros e o resultado final tem que ser ótimo. 
Na minha opinião, o mais importante é fazer o trabalho com amor, se dedicando mesmo, não fazer somente pelo dinheiro a receber.

Dra. Aracélis Mello
Cirurgiã- Dentista

Postagens mais visitadas deste blog

CIRURGIA DE EXODONTIA DE RAÍZ RESIDUAL E SISOS: Protocolo cirúrgico

Esse artigo do blog é o mais lido de todos, a nível nacional  e internacional. Acredito que é muito importante as pessoas saberem como é uma cirurgia   de exodontia para adultos e crianças!!! Independente da idade ou do grau do conhecimento do paciente!!!

Sempre é importante solicitar o hemograma completo do paciente, ficha de anamnesepreenchida de forma correta e assinada pelo paciente, da mesma forma o termo de consentimento informado autorizando o profissional a executar o trabalho, seguindo doutrinariamente as técnicas.

O profissional precisa estudar antes a cirurgia, ver o posicionamento do dente, dar uma olhada na anatomia das estruturas envolvidas na cirurgia. Observar o nervo alveolar inferior, o forame mentoniano, a artéria palatina.  

Nunca esquecer do aferimento da pressao do paciente, verificar se o paciente toma algum medicamento controlado, se faz uso de alguma substancia e se tem algum problema de saude, como cardiopatias, diabetes, problemas renais, discrasia sanguinea…

Pacientes com Diabetes: Protocolo de atendimento

Os pacientes diabeticos devem fazer raspagem de tartaro e limpeza dos dentes a cada tres meses.Para evitar gengivite e periodontite. Para fazer cirurgias o paciente precisa estar compensado, com as taxas de glicemia dentro da normalidade. Sempre é importante o Dentista estar em contato com o medico responsavel pelo paciente.

                         Previna-se !   Cuide-se !

Sendo uma disfunção metabólica, o Diabetes surge a partir de diversos fatores, pode se devido a obesidade, fatores genéticos, síndrome dos ovários  policísticos e devido ao mal hábito alimentar como uso excessivo de açúcar, refrigerantes e carboidratos
 ( massas e "Fast- Foods ":
( sanduíches ).  Falta de exercícios físicos (sedentarismo).   Pré-disposição genética, segundo alguns autores. Após algum tempo a pessoa com diabetes apresenta disfunções oculares(retinopatia diabética) disfunções renais,problemas circulatórios (podendo ocorrer amputação de membros) problemas cardíacos podendo levar a óbito.